Províncias

Milhares de bovinos vacinados no Cuanza-Sul

Victor Pedro | Sumbe

Mais de 140 mil cabeças de gado bovino e dezenas de animais de estimação vão ser vacinados na província do Cuanza-Sul, para evitar o contágio de doenças, garantiu o chefe do Instituto Provincial dos Serviços de Veterinário.

Disponibilizadas milhares de doses para a campanha de vacinação que arrancou na sexta-feira
Fotografia: Edições Novembro

Capitão Cabonde, que falava na sexta-feira, na cidade Sumbe, no arranque da campanha de vacinação, lançada em Maio último, no município do Cassongue, disse que, apesar das crise financeira que assola o país, o sector disponibilizou 30 mil doses para vacinar  o gado bovino e 20 para animais domésticos, como cães, macacos e gatos contra raiva.
Capitão Cabonde esclareceu que no ano transacto, os serviços provinciais de veterinário conseguiu vacinar mais de 30 mil cabeças de gado bovino e 15 mil animais de estimação, número que considerou irrisório, tendo em conta a dimensão da província. Para a presente campanha de vacinação, lançada em Maio último, o sector prevê vacinar 146 mil cabeças e gado  e 26 animais de estimação. Com base nisso, o responsável incentivou os criadores de gado bovino e  a levarem os seus animais para serem vacinados e assim  evitar que contraiam doenças.
O chefe do Instituto Provincial dos Serviços de Veterinário reconheceu as dificuldade na aquisição de vacinas que sector enfrentou há dois e também da falta de técnicos, referindo ser necessário, necessitando neste momento de mais 30 para contrapor as exigências actuais.
Além disso, salientou Capitão Cabonde, o sector enfrenta problemas de infra-estruturas, recursos financeiro para incentivar os estudantes voluntários finalistas do Instituto Superior Politécnico a participarem nas campanhas de vacinação, além da ausência de  mangas de vacinação. Apesar das dificuldades enumeradas, Capitão Cabonde disse que o sector da Agricultura tudo tem feito para que os animais sejam imunizados das doenças, como febre aftosa, brucelose, carbúnculo  e sintomático.

Tempo

Multimédia