Províncias

Município do Libolo diminuiu a produção

Manuel Tomás | Sumbe

Os cafeicultores do município do Libolo prevêem colher mil toneladas de café comercial. O chefe da brigada técnica, José Pedro João, explicou que houve um decréscimo em relação ao ano anterior, devido à estiagem que assolou a região.

Cafeicultores querem aumentar a produção
Fotografia: Jornal de Angola

Os cafeicultores do município do Libolo prevêem colher mil toneladas de café comercial. O chefe da brigada técnica, José Pedro João, explicou que houve um decréscimo em relação ao ano anterior, devido à estiagem que assolou a região.
O município do Libolo tem 189 fazendas de café e 1.187 produtores. José Pedro João deu a conhecer que a acção técnica da brigada está dirigida aos grupos familiares que ocupam maior extensão de plantações, para obterem maior rendimento.
 Os camponeses têm introduzido novas tecnologias e recebem instruções de como devem efectuar as podas dos cafezeiros e a recolha de sementes.
O chefe de brigada técnica frisou que o preço praticado por cada quilo de café comercial varia entre 100 e 140 kwanzas, o que possibilita ao produtor manter um ritmo de vida normal. A tendência do preço do café é para subir. Uma parte do café colhido destina-se ao consumo interno mas a maior parte é comercializada por empresas que por sua vez fazem a exportação.
José Pedro João informou que os cafeicultores se mostram interessados em aumentar os níveis de produção. Por isso, a brigada técnica do Libolo apostou na criação de viveiros para a distribuição gratuita das plantas aos cafeicultores da região.

Tempo

Multimédia