Províncias

Mussende precisa de posto médico

Casimiro José | Sumbe

 O soba grande da região de Muhiriz, município do Mussende, no Kwanza-Sul, Domingos Munzangala Sayendo, manifestou-se preocupado com a falta de posto médico para a assistência médica e medicamentosa aos 924 habitantes.

 O soba grande da região de Muhiriz, município do Mussende, no Kwanza-Sul, Domingos Munzangala Sayendo, manifestou-se preocupado com a falta de posto médico para a assistência médica e medicamentosa aos 924 habitantes.
De acordo com a autoridade tradicional, como alternativa, a população recorre aos terapeutas tradicionais, que muitas vezes não conseguem dar resposta aos casos que surgem nas comunidades.
O soba disse ao Jornal de Angola que as populações têm de caminhar cerca de 90 quilómetros para atingirem as sedes dos municípios de Quibala e de Mussende em busca de assistência média e para adquirirem produtos de primeira necessidade, como sal, óleo alimentar, sabão e roupas.
Por outro lado congratulou-se com a implementação do projecto “Terra do Futuro” que, na sua opinião, para além de dar emprego, vai criar condições de abastecimento em produtos básicos.
A região de Muhiriz tem apenas uma escola primária, onde estudam 321 alunos, com três professores.

Tempo

Multimédia