Províncias

Pedido maior investimento para a formação de crianças

Casimiro José | Sumbe

As autoridades do Cuanza Sul devem investir mais no ensino, principalmente na primeira infância, exortou quarta-feira, no Sumbe, o presidente da Associação Angolana de Educação de Adultos (AAEA).

Victor Barbosa referiu que a aposta na formação adequada de professores deve fazer igualmente parte dos objectivos, no sentido de melhorar a qualidade do ensino na província e no resto do país.
O responsável associativo acrescentou que investir na educação sem professores capazes é um desperdício, sublinhando que a formação deve ser encarada como um processo de elevação de competências.
Sobre as metas a alcançar, Victor Barbosa reconheceu ser um processo longo, até se alcançar o objectivo de uma "educação para todos".
O presidente da AAEA apelou ao Ministério da Educação para criar espaços que promovam a troca de experiências entre jovens e adultos, além de programas que incentivem a leitura e a escrita, sobretudo nas comunidades rurais, onde as crianças e adolescentes têm menos posses para adquirirem livros.
Victor Barbosa falava durante um encontro promovido pela associação, conjuntamente com a Rede Angolana da Sociedade Civil de Educação Para Todos (EPT), com vista a analisar os desafios da agenda do ensino pós-2015, no âmbito dos Objectivos do Milénio.
Durante o encontro, os participantes concluíram que os factores que dificultaram o alcance dos compromissos assumidos por Angola têm a ver com a falta de espaços escolares suficientes, quer para crianças, quer para adultos.
A inexistência de uma estatística realista, que permita uma correcta planificação sobre as necessidades de infra-estruturas e recursos humanos, é outro problema a resolver urtemente, consideram os participantes do encontro.
Recomendaram a construção de mais escolas e a inserção de novos professores nas aldeias.

Tempo

Multimédia