Províncias

Pequenos empreendedores aumentam os seus negócios

Casimiro José | Mussende

Mais oportunidades de auto emprego estão a nascer na sede do município do Mussende, província do Kwanza-Sul, com a criação de oficinas para a prestação de serviços de artes e ofícios, principalmente na área de serralharia.

Francisco Conceição está a formar jovens
Fotografia: Casimiro José

Mais oportunidades de auto emprego estão a nascer na sede do município do Mussende, província do Kwanza-Sul, com a criação de oficinas para a prestação de serviços de artes e ofícios, principalmente na área de serralharia.
Francisco da Conceição tornou-se serralheiro, há cinco anos, quando ergueu um alpendre na vila do Mussende, com meios próprios.  
Hoje, apesar das muitas solicitações, consegue dar resposta às encomendas de particulares e até de algumas instituições públicas e privadas.
Em declarações ao Jornal de Angola, Francisco da Conceição disse que não foi fácil iniciar o negócio, devido às dificuldades em obter os materiais. No entanto, ultrapassada essa questão, instruiu outros jovens interessados e dois deles até já ostentam o título de mestre.
Além dos jovens que ganharam emprego na oficina, outros tantos frequentam a oficina nas horas normais, para aprenderem a profissão de serralheiro. Os actuais mestres prevêem igualmente criar outras oficinas nas imediações da sede e nas comunas, onde a procura é maior.
Quanto à clientela, Francisco da Conceição afirmou que as principais encomendas dos cidadãos e de instituições são as estruturas metálicas, como portas, janelas, gradeamentos e fogareiros.
A grande dificuldade, de acordo com o proprietário da oficina de serralharia, está relacionada com a falta de apoios para adquirir equipamentos e matérias-primas, dada a procura dos seus serviços pelas populações.
“Quando iniciamos, as encomendas estavam ao nosso alcance, mas actualmente a procura é tanta, que nos obriga a redobrarmos os esforços e a utilizar mais materiais”, esclareceu. Nesse sentido, solicitou o apoio financeiro das instituições afins, com o objectivo de aumentar a capacidade produtiva do seu empreendimento.
A reportagem do Jornal de Angola constatou que a prestação de serviços na oficina é de grande qualidade e que os clientes não hesitam em procurá-la para encomendar serviços.

Tempo

Multimédia