Províncias

População exortada a apostar na higiene

Casimiro José |

A administradora adjunta da comuna do Quicombo, no Cuanza-Sul, Vanda Paula, considerou que a lavagem das mãos com água e sabão deve constituir o primeiro gesto de higiene e de medida preventiva contra a propagação das doenças diarréicas agudas e de outras enfermidades nas famílias.

Fotografia: JAImagens | Edições Novembro

A responsável falava a propósito do Dia Internacional da Lavagem das Mãos com Água e Sabão, assinalado domingo, em que participaram professores e alunos de escolas do ensino primário daquela comuna do município do Sumbe. A administradora adjunta Vanda Paula salientou que as mãos, por estarem em contacto com muitas substâncias, são vectores da transmissão de várias doenças de pessoa para pessoa, daí defender que a lavagem das mãos com água e sabão deve ser uma tarefa permanente em todas as comunidades.
A administradora adjunta da comuna considerou que o lema “Mãos limpas salvam vidas”, escolhido para a presente edição da lavagem das mãos com água e sabão, é um desafio que a todos diz respeito. Por isso, exortou os pais e encarregados de educação a servirem de modelo na prática deste simples gesto.

Tempo

Multimédia