Províncias

Práticas de secretariado em discussão no Sumbe

Manuel Tomás | Sumbe

O Instituto de Formação da Administração Local (IFAL) está a levar a cabo, desde segunda-feira, na cidade do Sumbe, um curso sobre práticas de secretariado para 35 quadros dos governos provinciais do Kwanza-Sul, Benguela e Luanda. Durante cinco dias, os participantes na formação, que está a ser promovida pela instituição adstrita ao Ministério da Administração Pública, Emprego e Segurança Social (MAPESS), vão aprender matérias ligadas às normas para a prática de um secretariado com qualidade. Os funcionários dos governos provinciais vão ainda abordar questões relacionadas com o aperfeiçoamento sobre a gestão de bancos de dados, técnicas de atendimento ao cliente, gestão processual, entre outras enquadradas na actual conjuntura administrativa.

O Instituto de Formação da Administração Local (IFAL) está a levar a cabo, desde segunda-feira, na cidade do Sumbe, um curso sobre práticas de secretariado para 35 quadros dos governos provinciais do Kwanza-Sul, Benguela e Luanda. Durante cinco dias, os participantes na formação, que está a ser promovida pela instituição adstrita ao Ministério da Administração Pública, Emprego e Segurança Social (MAPESS), vão aprender matérias ligadas às normas para a prática de um secretariado com qualidade. Os funcionários dos governos provinciais vão ainda abordar questões relacionadas com o aperfeiçoamento sobre a gestão de bancos de dados, técnicas de atendimento ao cliente, gestão processual, entre outras enquadradas na actual conjuntura administrativa.
O formador de técnicas administrativas do IFAL, Vladimir Walter, que orienta o curso, disse que o evento se enquadra num programa geral de formação, aperfeiçoamento e capacitação profissional, visando dotar o capital humano dos governos provinciais de conhecimentos sobre os trabalhos administrativos. Salientou, ainda, que os participantes vão ter a possibilidade de adquirir matérias nas componentes teóricas e práticas para se avaliar o grau de assimilação. O secretário do governo provincial, António Soares, referiu que a formação de quadros na especialidade de secretariado constitui uma preocupação do Executivo.

Tempo

Multimédia