Províncias

Protecção à pessoa idosa é defendida em palestra

Casimiro José | Sumbe

As preocupações que afectam as pessoas idosas em Angola e as formas de se acautelar situações que perigam o futuro da vida em sociedade foram debatidas ontem, na cidade do Sumbe,  durante uma palestra com o tema “Pessoa idosa, factor de união e estabilidade na família e na comunidade”.

Durante a palestra, que visou  assinalar o Dia Mundial da Pessoa Idosa, que anualmente se comemora a 30 de Novembro, o orador Quintas Manjana disse que a pessoa idosa tem o ciclo inicial a partir dos 60 anos de idade, mas argumentou que tudo depende também das políticas públicas adoptados pelos governos, que proporcionam o bem-estar das suas populações.
Ao contextualizar a vida das pessoas idosas no país e na província em particular, o palestraste referiu que a realidade actual apresenta traços preocupantes, como a estigmatização, a suspeição, exclusão social, tentativas de morte e outros fenómenos que concorrem para a desestruturação familiar. “Estamos a viver uma etapa preocupante em que as pessoas idosas são maltratadas pelos filhos ou outros descendentes, numa clara ausência de valores morais e da falta de afecto familiar”, disse, para quem o tratamento dado hoje aos idosos pode dar réplica aos actuais jovens quando envelhecerem.
Quintas Manjana considerou, na sua dissertação, que as pessoas idosas são o ponto de equilíbrio no seio das famílias, por isso apelou a sua protecção quer seja no seio familiar, quer pelas estruturas do Estado.
O palestrante apontou como elemento de valor dos idosos o facto de serem as pessoas de referência na  solução dos problemas familiares, reserva moral, histórica e cultural nas comunidades e o produto das condutas da nova geração.
“Com o Decreto Presidencial 1/2005, o Executivo angolano procurou criar condições para o Estado e outros actores poderem definir políticas de apoio a esta franja da sociedade", disse Quinta Manjana. O administrador municipal do Sumbe, Manuel Rosa da Silva, considerou o dia 30 de Novembro uma data de reflexão para todos e referiu que todos esperam envelhecer, daí ter pedido aos jovens para respeitarem os mais velhos.

Tempo

Multimédia