Províncias

Pulverização com bons resultados

O coordenador provincial do programa de combate anti-vectorial e pulverização residual intra-domiciliar no Kwanza-Sul, Roberto Cuellar, disse na segunda-feira que o programa tem bons resultados, a julgar pela diminuição de focos de mosquitos.

Em declarações à Angop, sublinhou que o programa tem contribuído para o combate aos mosquitos causadores do paludismo, principalmente em mulheres e crianças menores de cinco anos, por constituir um problema de saúde pública em Angola. Roberto Cuellar adiantou que a malária tem atingido cerca de uma centena e meia de casos por ano, sendo por isso uma preocupação que leva o Executivo, através do Ministério da Saúde e parceiros, a continuarem a desenvolver estratégias destinadas a reduzir o impacto da mortalidade materno-infantil.
Entre as medidas, destacou o controlo integral do vector com medidas apropriadas, como a pulverização intra-domiciliar, a distribuição gratuita de mosquiteiros, a luta anti-larval, a fumigação e o saneamento básico. “Deve-se ter em conta que a principal causa de mortes no país é a malária, que deve ser evitada através da multiplicação dos esforços voltados para a erradicação da doença, com a realização de campanhas de pulverização”, explicou.
Roberto Cuellar referiu que a campanha corre dentro dos objectivos estabelecidos, sendo necessário que todos colaborem com os agentes pulverizadores, para a rápida eliminação e combate aos mosquitos nas comunidades.

Tempo

Multimédia