Províncias

Reserva fundiária no Sumbe está à espera de redes técnicas

A reserva fundiária dos ex-carvalhos, no município do Sumbe, aguarda pela instalação de redes técnicas, disse, na quinta-feira, à Angop, o responsável do projecto urbanístico.

A reserva fundiária dos ex-carvalhos, no município do Sumbe, aguarda pela instalação de redes técnicas, disse, na quinta-feira, à Angop, o responsável do projecto urbanístico.
João Teixeira - que falava à margem da apresentação do projecto ao ministro do Urbanismo e Construção, José Ferreira, e ao governador provincial, Serafim do Prado - afirmou que “esta fase, que envolve a instalação das redes de energia eléctrica, água potável e telefones, surge depois da modelagem do terreno e dos arruamentos”.
O recinto, referiu, está projectado para a construção de 4.971 fogos habitacionais para pessoas de baixo, médio e alto rendimento.
João Teixeira revelou que há uma área de 900 metros quadrados para “habitações de alta renda, 600 para média renda e 400 para a autoconstrução dirigida”.
Para além do projecto habitacional, na província do Kwanza-Sul estão também em curso obras de impacto social, no âmbito do programa de Governo de melhoria e aumento da oferta de bens e serviços sociais básicos à população. Hospitais, escolas e sistemas de distribuição e de fornecimento de água e de energia destacam-se entre as obras.

Tempo

Multimédia