Províncias

Seminário aborda práticas de secretariado

Manuel Tomás | Sumbe

Noções sobre práticas de secretariado e relações organizacionais dentro de uma instituição pública foram temas de debate, numa acção de formação ministrado pelo Instituto de Formação da Administração Local (IFAL), no município do Sumbe, província do Kwanza-Sul.

Durante cinco dias, os trabalhadores da Administração Pública do município do Sumbe aperfeiçoaram ainda os seus conhecimentos em matérias relacionadas com as funções e competências do profissional de secretariado, e atendimento ao público.
Este ciclo de formação é promovido pelo Ministério da Administração do Território (MAT).
 Kwanza-Sul tem uma cobertura de oito formadores que já efectuaram seminários do género nos municípios de Porto Amboim, Conda, Mussende, Amboim e vão abranger as restantes municipalidades. Estes formadores vão ministrar cursos sobre recursos humanos, receitas locais e procedimentos administrativos, entre outros.
A formadora do Instituto de Formação da Administração Local, Madalena Felisberto, disse que o objectivo é dotar os servidores públicos de ferramentas que lhes permitam melhorar as competências no exercício das suas funções, tendo em conta a existência, actualmente, de algumas debilidades em determinadas áreas.
A administradora municipal adjunta do Sumbe, Elsa Lialunga, que no sábado procedeu ao encerramento da acção formativa, frisou que, em tempos idos, a função pública era considerada por muitos como uma área de relaxe, onde a exigência de trabalho não era rigorosa. “Actualmente, servir a função pública requer entrega, responsabilidade, dedicação, auto-superação, amor ao próximo e espírito patriótico”, realçou.

Tempo

Multimédia