Províncias

Sócios elegem nova direcção

Carlos Bastos | Sumbe

Os novos órgãos sociais da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agro-pecuárias (UNACA) foram eleitos, na segunda-feira, no Sumbe, na assembleia-geral ordinária de balanço e de renovação de mandatos.

Os novos órgãos sociais da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agro-pecuárias (UNACA) foram eleitos, na segunda-feira, no Sumbe, na assembleia-geral ordinária de balanço e de renovação de mandatos.
O novo elenco da federação, liderado por David Nunes, que no mandato passado foi vice-presidente, vai dirigir os destinos da UNACA no Kwanza-Sul durante quatro anos.
Mário Malengue é o vice-presidente e Teresa Direito, a secretária.
Domingos Afonso é presidente da assembleia-geral, Manuel Mateus, o vice-presidente e Fernando Paulino, o secretário.
Arão Raimundo Diogo é o presidente do conselho fiscal, José Monteiro Diogo, o vice-presidente, e Gracinda Yura Rosa, secretária.
José António dos Santos, ex-presidente da UNACA, é o conselheiro da instituição na província.
A segunda assembleia ordinária teve a presença de 46 delegados dos 12 municípios da província, que recomendaram a criação de uma empresa de prestação de serviço para apoio técnico e o desenvolvimento de acções que facilitem o acesso aos fertilizantes e a instrumentos de trabalho.
A assembleia-geral de balanço e renovação de mandatos elegeu ainda 16 delegados para o congresso nacional, que se realiza em Agosto, em Luanda.

Micro-crédito Rural

O programa de crédito rural, durante os últimos quatro anos, consumiu 427 mil dólares, beneficiando 76 cooperativas e 39 associações de camponeses, refere um relatório da UNACA.
O reembolso daqueles valores correspondeu a 77 por cento. O documento refere que de 2005 até Julho deste ano, “o programa de micro crédito decorreu a bom ritmo, contemplando oito municípios, com um total de 990 beneficiários, organizados em 198 grupos”.
A UNACA, na província do Kwanza-Sul, tem 629 associações de camponeses e 159 cooperativas agro-pecuários, num total de 49.122 associados, 25.643 quais homens. Milho, mandioca, hortícolas e café são os produtos mais cultivados na região, nos subsistemas de regadio e sequeiro.

Tempo

Multimédia