Províncias

Técnicos do sector da Saúde actualizam conhecimentos

Carlos Bastos | Sumbe

Técnicos de saúde dos diferentes municípios da província do Kwanza-Sul terminaram,  na cidade do Sumbe, um curso sobre gestão estatística e informação, promovido pela empresa de consultoria, gestão e administração de saúde (Consaúde).

Dados estatísticos estiveram em análise
Fotografia: Fernando Camilo|Sumbe

O curso, organizado em parceria com a direcção da Saúde do Kwanza-Sul, enquadra-se num projecto de suporte para a redução da morbilidade e mortalidade por malária na província. Os 38 técnicos abordaram temas como técnicas de recolha de dados, sistema de saúde e a importância da estatística em informação de saúde, preenchimento do relatório mensal sobre a malária, planificação, distribuição, armazenamento e organização de medicamentos.
O aumento da disponibilidade e acessibilidade ao serviço de combate à malária, através do fortalecimento do sistema de saúde e a promoção do conhecimento básico da estatística, para assegurar a validade da informação produzida nas unidades sanitárias, bem como a criação de competência para compilação e análise das informações de saúde nos municípios, foram outros objectivos do curso.  O coordenador da Consaúde no Kwanza-Sul, Paulo Neto, ressaltou a contínua aposta da sua instituição na redução do índice de mortalidade por malária, com a execução de um programa integrado de combate à esta doença.
Sublinhou que a Consaúde tem vindo a defender, de forma segura e inovadora, a segurança em saúde e a cooperar na melhoria e execução das políticas afins nas comunidades, para garantir o progresso sustentável da província no domínio sanitário.
O chefe de departamento dos recursos humanos da direcção provincial do Kwanza-Sul da Saúde, Henrique Silvestre, destacou o apoio da Consaúde para a assistência técnica e formação de quadros, como premissa para a melhoria da qualidade dos serviços na região.
Encorajou os quadros de saúde a “beberem” das matérias ministradas durante a formação, para que, como sublinhou, o seu desempenho seja uma realidade, com o contributo de todos os agentes sanitários na província. A Empresa Nacional de Consultoria, Gestão e Administração em Saúde opera no Kwanza-Sul desde Abril deste ano e apoia várias unidades sanitárias, num projecto que conta com o financiamento da USAID (Agência Americana para o Desenvolvimento Internacional), Exxon Mobil e a World Learning.

Tempo

Multimédia