Províncias

Toneladas de produtos podem ser colhidas

Manuel Tomás | Sumbe

O Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) prevê colher, na primeira época da campanha agrícola 2013/14, na província do Cuanza Sul, 169.628 toneladas de mandioca, 92.463 de milho, 49.928 de batata rena e 60 de fruta.

Os camponeses receberam vários apoios
Fotografia: Jornal de Angola

O chefe de departamento provincial do IDA, Francisco Cirilo Lissimo, referiu que dos produtos a ser colhidos constam 29.752 toneladas de hortícolas, 20.139 de batata-doce, dez mil de diversas variedades de feijão e 5.644 de amendoim.
O responsável referiu que 65.851 famílias foram envolvidas na campanha agrícola 2013/014, das 178.274 famílias previstas, e que as restantes vão ser envolvidas na segunda época, a ter início em Abril próximo. Para a presente campanha agrícola está preparada uma área correspondente a 240.195 hectares. Para a apoiar, o Ministério da Agricultura distribuiu 156 toneladas de milho, 30 de diversas variedades de feijão, 400 toneladas de fertilizante e 1.200 charruas de tracção animal.

Estiagem

Francisco Cirilo Lissimo disse que a estiagem afectou os municípios do Cuanza Sul onde normalmente se regista maior índice de produção, designadamente na Cela, Cassongue, Ebo e Quibala, onde há a probabilidades de não se atingir mais de 90 por cento das colheitas inicialmente previstas.
O chefe de departamento provincial do IDA defendeu a necessidade da concessão de créditos aos camponeses da região, por se tratar de um elemento catalisador e de estímulo ao aumento dos níveis de produção, situação que já se verificou nos anos anteriores.

Tempo

Multimédia