Províncias

Turismo solidário leva muita alegria

Casimiro José| Sumbe

A excursão solidária da Fundação Lwini ao Kwanza-Sul, entre os dias 10 e 12, proporcionou alegria aos habitantes das localidades de Jamba Kalunga e das Cochoeiras da Binga.
Chefiada pela vice-presidente da fundação, Joana Lina, a excursão denominada "Njila Ya Kidi" - caminho da verdade, em português - juntou 80 turistas nacionais e estrangeiros, entre eles o embaixador da Holanda e a embaixatriz da China em Angola, o chefe da Casa de Angola em Portugal, representantes da Bulgária e de Espanha, a Miss-Angola 2011 e curadores da Fundação Lwini.

Joana Lina apresenta os projectos que a instituição possui para os mais desfavorecidos
Fotografia: Casimiro José

A excursão solidária da Fundação Lwini ao Kwanza-Sul, entre os dias 10 e 12, proporcionou alegria aos habitantes das localidades de Jamba Kalunga e das Cochoeiras da Binga.
Chefiada pela vice-presidente da fundação, Joana Lina, a excursão denominada "Njila Ya Kidi" - caminho da verdade, em português - juntou 80 turistas nacionais e estrangeiros, entre eles o embaixador da Holanda e a embaixatriz da China em Angola, o chefe da Casa de Angola em Portugal, representantes da Bulgária e de Espanha, a Miss-Angola 2011 e curadores da Fundação Lwini.
Um dos momentos mais altos vividos pelos excursionistas foi, na Jamba Kalunga, com a colocação simbólçica da primeira pedra da construção de uma escola primária.
Os excursionistas e representantes do governo provincial plantaram várias árvores no recinto onde vai ficar o estabelecimento.
A Fundação Lwini doou bens alimentares, roupa usada, instrumentos de trabalho, fogões a petróleo, pulverizadores, material escolar e brinquedos às comunidades da Jamba Kalunga e das Cachoeiras da Binga.
A um jovem, Fernando Calay, portador de deficiência congénita, foi oferecida uma moto.
Surpreendido, não conteve as lágrimas, afirmando ser um dos dias mais felizes da vida.
"Esta moto vai ajudar-me muito no negócio de venda de combustível, que faço aqui no bairro, só peço à Deus que proteja os que estão à frente desta organização", disse emocionado. Os turistas visitaram as fazendas "Helena" e "Catinda", onde apreciaram as potencialidades agropecuárias e turísticas. Como de costume nas excursões organizadas pela Fundação, realizou-se, no palácio do governo provincial, o leilão de "bezerro", que permitiu a angariação de 800 mil kwanzas destinados a projectos sociais na província.

Identificação de problemas

Miss Angola 2011, Leila Lopes, lembrou que estas actividades permitem, entre outras coisas, conhecer melhor a realidade das comunidades carenciadas, a vida no meio rural e identificar problemas e formas de os solucionar.
O governador da província, em nome, da população do Kwanza-Sul, agradeceu à Fundação Lwini ter contemplado a região com um projecto turístico e solidário.
Serafim do Prado agradeceu também à Primeira-Dama da República, Ana Paula dos Santos, o contributo que tem dado ao desenvolvimento das comunidades rurais. A vice-presidente da Lwini, Joana Lina, salientou o protagonismo que a excursão ganha de ano para ano, garantindo que a adesão à iniciativa cria sinergias para a realização de acções socialmente úteis junto das pessoas mais desfavorecidas, principalmente as portadoras de deficiência.

Tempo

Multimédia