Províncias

Aberta campanha de ajuda alimentar

O Banco Alimentar de Angola (BAA) iniciou ontem a sua primeira campanha de recolha de alimentos em dez superfícies comerciais em Luanda, no quadro da luta contra o desperdício e combate à fome no país.

Albina Assis
Fotografia: JA

A presidente do Banco Alimentar Angola (BAA), Albina Assis, disse à imprensa  que o objectivo da campanha é dar força e vida à sua organização e, através dela, fazer chegar essa ajuda àqueles que mais necessitam, através de instituições vocacionadas para o efeito.  
Albina Assis disse que os alimentos recolhidos são entregues a instituições  de solidariedade social, como o Orfanato Mamã Muxima, Centro de Nossa  Senhora da Boa Nova, Associação de Amizade e Solidariedade para com a Terceira Idade (AASTI), Centro Horizonte Azul e Escola da Boa Esperança.
Esta acção vai prosseguir e, além de bens alimentares, inclui ajuda em bens materiais, como mobiliário em desuso, que o BAA pretende arranjar para depois oferecer a  instituições de solidariedade.
O  BAA tem como objectivo a recolha e distribuição de bens diversos para posterior entrega a instituições de caridade, como forma de contribuir para a melhoria do nível de vida das camadas mais vulneráveis da sociedade. A campanha conta com o apoio dos Bancos Alimentares Contra a Fome de Portugal.

Tempo

Multimédia