Províncias

Balneários públicos fora de funcionamento

Arcângela Rodrigues |

Nos dias que correm não tem sido fácil para um cidadão comum em Luanda fazer necessidades fisiológicas na baixa da cidade, porque as casas de banho públicas há muito que não funcionam devido à ausência dos seus funcionários.

Governo Provincial de Luanda construiu vários balneários públicos dos quais muitos estão hoje sem servir as necessidades dos cidadãos
Fotografia: Nuno Flash

Na altura da sua inauguração há um ano, os cidadão mostraram-se satisfeitos com o gesto do Governo e defenderam a sua preservação. Para utilizar aqueles serviços, o cidadão pagava uma módica quantia em kwanzas. Hoje as infra-estruturas estão votadas ao abandono.   A cidade espera que a sua Comissão Administrativa resolva o problema da reactivação das casas de banho públicas, que é de grande utilidade geral. Essas infra-estruturas também davam emprego a várias pessoas.
Outra consequência que pode advir do encerramento daquelas infra-estruturas que tanta falta fazem, é o risco de poderem ser vandalizadas.

Tempo

Multimédia