Províncias

Cacuaco festeja o crescimento

Fula Martins |

Um total de 18.847 ligações domiciliares da rede de abastecimento de água aos bairros Tala Muleba, Terra Nova, Bandeira, Cardoso, Compão, Combustível, Boa Esperança, Central, Augusto Ngangula e Alto Vidrul são realizadas no município de Cacuaco, em Luanda, disse o  administrador municipal.

Um dos momentos altos das celebrações foi a procissão dos pescadores do município
Fotografia: Samuel Licas

Carlos Alberto Cavuquila, que falava ontem a propósito dos 65 anos da vila de Cacuaco, explicou que o bairro da Barra do Bengo já beneficiou de 4.319 ligações, que neste momento estão em fase de testes.
 O administrador municipal informou que o sector municipal da Educação dispõe de 127 escolas públicas, das quais 79 são do primeiro ciclo e 48 do segundo ciclo ciclo. A estes números acrescentam-se 94 colégios e 203 escolas comparticipadas. 
O Cacuaco possui 19 unidades sanitárias no sector público, com destaque para o Hospital Municipal, dois centros de saúde de referência, um centro de saúde, um centro materno-infantil e 14 postos de saúde.
Funcionam 194 unidades sanitárias no sector privado, sendo duas clínicas, um consultório médico, dois centros comparticipados e 25 centros médicos, disse Carlos Alberto Cavuquila, que informou que o município dispõe de 237 postos de transformação de energia eléctrica, dos quais 84  públicos e 156 privados.  “Os postos de transformação existentes não satisfazem as necessidades,  tendo em conta o crescimento demográfico e anunciou que a Empresa Nacional de Distribuição de Energia (ENDE) tem em carteira a implantação de 300 postos de transformação”, prosseguiu Carlos Alberto Cavuquila. 
Neste momento, decorre a  colocação de pedonais na Via Expressa,  na entrada do bairro Belo Monte, nas proximidades da bomba da Sonangol, do Hospital Municipal, defronte ao Instituto Kangonjo e na circular Cacuaco-Quifangondo, na Vila de Cacuaco, junto ao tanque da EPAL”, informou Carlos Alberto Cavuquila.  As festas populares de Cacuaco mobilizam, todos os anos, milhares de pessoas, com destaque para os pescadores locais, que realizaram, a 24 de Junho, uma procissão, em que foi transportada a imagem do padroeiro São João Baptista, cujo nome foi atribuído à principal igreja de Cacuaco, edificada há 70 anos.
Com muita pompa e circunstância, a festa inclui a tradicional adoração à Kyanda, divindade das águas, à qual são feitas oferendas para protecção dos pescadores e garantia de boas pescarias. Os festejos prolongam-se noite  adentro durante uma semana no centro da vila, mais precisamente no largo António Moreira.  

Tempo

Multimédia