Províncias

Casos de infidelidade aumentam devido à falta de satisfação sexual

A psiquiatra clínica Sónia da Cunha alertou que, em Luanda, é cada vez maior o número de casais que estão a separar-se e a trair por insatisfação sexual e diz que a sexualidade é um assunto que deve ser abordado sem tabu e com frequência nas escolas, na família e pelos órgãos de comunicação social.

Fotografia: DR

Numa entrevista ao Jornal de Angola, a médica, que se especializou em Psiquiatria Clínica pela Universidade Estadual de Campinas, adiantou que há pessoas, de ambos os sexos, que traem por não terem a liberdade de estar à vontade com os parceiros.
Um outro problema mencionado por Sónia da Cunha é a existência de um número expressivo de casos de anorgasmia, que é a ausência de orgasmo em pessoas devidamente preparadas e excitadas para o acto sexual.

EM DESENVOLVIMENTO...

Tempo

Multimédia