Províncias

Fiéis da Igreja Adventista participam em campanha

Kilssia Ferreira |

Dezdenas de fiéis da Igreja Adventista promoveram recentemente uma campanha de recolha de resíduos sólidos na centralidade do Sequele, no âmbito de um projecto da administração denominado “Lixo zero, saúde mil”.

Alguns moradores da centralidade do Sequele em Cacuaco recusaram participar no acto público
Fotografia: Rogério Tuti

Durante a campanha, os fiéis daquela congregação religiosa procederam à recolha de lixo, corte de capim, poda de árvores. A congregação religiosa contou com a participação dos membros das forças de defesa e segurança.
Uma nota negativa recai para alguns moradores da centralidade, que se recusaram a participar neste tipo de acção, que tem como objectivo eliminar doenças causadas pelos mosquitos, como a malária e a febre-amarela. Além da campanha voluntária, a centralidade tem sido brindada com limpeza pública todos os sábados e domingos por uma empresa privada que transporta nesse período para os aterros sanitários dos Mulenvos 330 toneladas de resíduos sólidos.
Essas acções têm tido a colaboração e apoio directo da Administração Municipal do Cacuaco.  
A Administração da Centralidade exarou uma circular em que proíbe os moradores de procederem ao corte indiscriminado ou abate de árvores, circulação de animais sem protecção na cidade bem como a execução de obras de benfeitorias sem a devida autorização.
O documento define ainda que o lixo deve ser bem acomodado em sacos antes de ser deitado nos locais apropriados que são do conhecimento de todos e nunca por crianças com menos de 14 anos de idade.

Tempo

Multimédia