Províncias

Motociclistas circulam em calçadas

Yara Simão |

As calçadas são definidas como parte da via  não destinada à circulação de veículos, reservada ao trânsito de pedestres e, quando possível, à implantação de mobiliário urbano, sinalização, vegetação e outros fins.

Muitos passeios são danificados com buracos criados pelas lavagens de motorizadas
Fotografia: José Cola

Entretanto, este conceito é desconsiderado por muitos condutores de motorizadas.
Ontem, defronte ao mercado do Congolense, além das vendedoras e kinguilas que ocupam parte do passeio com os seus negócios, os motociclistas também se faziam sentir. Devido aos buracos nas vias e ao fluxo de carros, os motociclistas teimam em andar por cima dos passeios e chegam mesmo a atropelar pessoas.
O passeio, mesmo defronte ao mercado, está a  degradar-se porque virou uma autêntica oficina. É la  onde lavam, consertam e pintam as motas. O chão está  manchado de óleo de motor e tinta. As águas utilizadas na lavagem das motas estão a destruir aos poucos o asfalto.
Noutras zonas, como o Largo das Heroínas, as pessoas que  vão para a Universidade Agostinho Neto  passam de mota pela calçada para ultrapassar ou para estacionar. Isso é contra o Código de Estrada e é muito perigoso.

Tempo

Multimédia