Províncias

Obras no aeroporto na recta final

Rodrigues Cambala |

É visível o movimento de homens e máquinas no interior e exterior do Aeroporto Internacional “4 de Fevereiro, em Luanda.

É visível o movimento de homens e máquinas no interior e exterior do Aeroporto Internacional “4 de Fevereiro, em Luanda.
Ontem, a reportagem do Jornal de Angola constatou que as obras de reabilitação, ampliação e modernização do aeroporto decorrem a um ritmo acelerado.
Divaldo Boaventura coordena, há uma semana, no aeroporto, uma equipa de 17 pessoas, que trabalham, afincadamente, na aplicação da nova calçada, no parque de estacionamento de viaturas.
Há dois anos como encarregado de obras da empresa de construção civil “Facada e Irmãos”, o “mestre” Divaldo e a sua equipa cobrem, por dia, 50 metros quadrados de calçada.
“Os nossos funcionários são todos jovens e há muita vontade de vermos o nosso aeroporto concluído antes do início do Campeonato Africano de Futebol (CAN), em Janeiro de 2010”, disse Divaldo Boaventura.
O parque de estacionamento de viaturas está na recta final e já recebeu a camada de asfalto e sinalização.
As obras do aeroporto, adjudicadas à Odebrecht e à Somague, são fiscalizadas pela Dar Al Handasah.
Nesta altura, decorrem ainda obras de construção de esgotos e a aplicação dos postos de iluminação na parte exterior do aeroporto. O parque vai ter capacidade para 700 viaturas.
Em algumas áreas no interior do aeroporto estão a ser aplicados vidros para a sua conclusão.
Um alto funcionário da ENANA disse ao Jornal de Angola que as obras devem terminar ainda neste mês de Dezembro.
Avaliado em 74 milhões de dólares, a requalificação do aeroporto vai aumentar o número de salas de embarque, balcões, tapetes para recepção de bagagens e a capacidade de atendimento de passageiros, de 400 para 1000 por hora.
O número da movimentação no aeroporto  vai aumentar de um milhão e 200 mil pessoas para três milhões e 600 mil.

Tempo

Multimédia