Províncias

Papeleiras vandalizadas em várias ruas

Manuela Mateus |

Algumas papeleiras montadas há vários anos nos postos de iluminação em várias artérias de Luanda, e que davam uma boa imagem à cidade baixa, foram alvo de actos de vandalismo. Nos últimos dias é notório observar o fluxo de papéis atirados para o chão.

Na nova Marginal, Largo do Ambiente e no largo das Torres do Carmo a imagem é bem diferente.
Pode-se observar que nos postes de iluminação as papeleiras são utilizadas pelos cidadãos mais bem formados,  que depositam papéis e pequenos objectos menos importantes nessas pequenas estruturas de deposição de resíduos.
Noutras áreas da baixa da cidade, como a zona da   Lello até às imediações do Estádio dos Coqueiros, passando pelo Ministério de Urbanismo e Habitação até à paragem dos autocarros, pode-se notar a ausência de papeleiras.
Nessas zonas algumas papeleiras sofreram actos de vandalismo, enquanto outras foram destruídas porque os cidadãos em vez de depositar apenas objectos leves entenderem colocar lixo orgânico e devido ao peso elas cederam.
Para os cidadãos comum aqui vai um alerta. As papeleiras foram instaladas para a recepção de matérias leves, como papéis, sacos e garrafas de plástico.

Tempo

Multimédia