Províncias

Passadeiras sobre a via evitam os acidentes

César André |

Os acidentes e atropelamentos na Via Expresso, no trajecto Benfica–Cacuaco, podem diminuir bastante com a montagem na próxima sexta-feira de duas passagens aéreas pedonais naquela via.

À semelhança de várias estradas da cidade de Luanda o trajecto Benfica-Cacuaco vai contar em breve com a montagens de pontes pedonais para diminuir a sinistralidade rodoviária
Fotografia: Paulo Mulaza

A acção da Direcção Nacional de infra-estruturas públicas que está já a merecer elogios da população, enquadra-se no projecto de construção de 104 passagens aéreas pedonais nas vias estruturantes, em Luanda, com o propósito de conferir maior segurança na travessia de peões.
Os habitantes das localidades do Kilamba Kiaxi e Belas já tinham solicitado ao Executivo mais passagens aéreas nas vias em que o trânsito é intenso, para se evitar atropelamentos e congestionamentos na circulação de veículos.
Os desrespeito das normas elementares de segurança rodoviária acontece todos os dias nas estradas de Luanda. As pessoas atravessam as estradas em locais impróprios, colocando em risco a própria vida.
Na avenida Deolinda Rodrigues, por exemplo, junto ao mercado dos Congolenses, sucede de forma repetida, o que embaraça a circulação automóvel.
Além desses aspectos é importante que se coloque ao longo das vias uma rede de protecção das faixas de rodagem, com o intuito de obrigar os peões a atravessarem nas passagens pedonais aéreas.
A via tem uma passagem superior e é usada por alguns peões. Nas proximidades da FTU, o cenário repete-se.  As campanha de sensibilização sobre as consequências da sinistralidade rodoviária também devem ser intensificadas. Os esforços do Executivo vão permitir a montagem de passagens de peões na Avenida Pedro de Castro Van Dúnem Loy, Via Expressa Luanda-Viana, Estrada da Samba, Estradas da Camama, Lar do Patriota, Estrada Nova Vida-Camama, Viana-Zango, Rua dos Comandos e Avenida Hoje Ya Henda.

Tempo

Multimédia