Províncias

Via alternativa descongestiona o trânsito

João Pedro |

Em várias ruas da cidade de Luanda é visível a falta de organização dos taxistas que estacionam as suas viaturas desordenadamente, em qualquer lugar, para carregar e descarregar passageiros, causando vários constrangimentos no trânsito.

Autoridades do Distrito Urbano do Kilamba Kiaxi adoptaram medidas alternativas para garantir a mobilidade das viaturas que prestam serviço de táxi
Fotografia: Miqueias Machangongo

No bairro do Golfe 2, por exemplo, esse cenário é diferente. A proibição de taxistas em circular em frente da identificação local, no período compreendido entre às 6h00 da manhã e às 21h00, trouxe um alívio para muitos automobilistas e peões que circulam naquela via. A medida veio reduzir de certa forma o tráfego rodoviário naquela zona.
Com essa medida, os taxistas são obrigados a circular duas ruas depois da avenida principal, reduzindo desta forma os engarrafamentos nas horas de ponta e aliviando sobretudo o trabalho dos agentes reguladores de trânsito na área.
Além dessa medida, os agentes reguladores de trânsito procederam igualmente a organização das paragens dos taxistas para que não se volta a registar grandes constrangimentos no trânsito, como se verificava até algum tempo.
Mesmo com algumas restrições há quem desrespeite essas normas como é o caso de alguns taxistas desordeiros que acabam por sem detidos, e multados pelos agentes de trânsito por estacionar em locais proibidos.
Com essas medidas, os passageiros sentem-se mas seguros em apanhar o transporte de táxis nos lugares apropriados, sem correr o risco de perder os seus bens ou mesmo serem assaltados por jovens, que se aproveitam da urgência destes quando pretendem apanhar o táxis e chegar cedo ao local de trabalho.

Tempo

Multimédia