Províncias

Lunda-Sul forma desempregados em artes e ofícios

João Salvo | Saurimo

                                      
 Mais de 500 jovens, dos cerca de 630 formados no primeiro semestre deste ano, em carpintaria, serralharia, corte e costura, electricidade de baixa tensão e informática, em centros na província da Lunda-Sul.


                                      
 Mais de 500 jovens, dos cerca de 630 formados no primeiro semestre deste ano, em carpintaria, serralharia, corte e costura, electricidade de baixa tensão e informática, em centros na província da Lunda-Sul, aguardam por oportunidade de emprego, disse, no sábado, em Saurimo, o director provincial do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional – INEFOP.
Paulo Muacazanga D´hival afirmou que a fraca participação dos jovens e a exiguidade de verbas para suportar os encargos são os maiores constrangimentos.
 A província dispõe de dois centros de formação profissional, um em Saurimo e outro no município de Cacolo, além de oficinas móveis e pavilhões distribuídos pelos restantes municípios e comunas.

Tempo

Multimédia