Províncias

Acordo reforça ensino na Lueji A'nkonde

Isidoro Samutula| Dundo

A Universidade Lueji A'Nkonde assinou no Dundo, um acordo de cooperação nas áreas académica, investigação e mobilidade dos docentes e discentes, com a Universidade Nacional de Quilmes, da Argentina.

Os acordos de cooperação privilegiam também os cursos de graduação e pós-graduação bem como o intercâmbio entre estudantes e docentes das instituiçoes de ensino superior
Fotografia: Benjamin Cândido

O pró-reitor para área de cooperação da Universidade Lueji A’Nkonde, Carlos Pedro Yoba, explicou que a cooperação abrange as áreas que são comuns às duas instituições.
“Os acordos são amplos, não definimos as especialidades e vamos fazer as coisas em função das necessidades das áreas e desde que haja o empenho para que o memorando possa dar passos significativos”, sublinhou. O processo de ensino e aprendizagem, referiu, vai ser a principal área de cooperação para melhorar a qualidade de ensino em todas as unidades orgânicas da Universidade Lueji A'Nkonde.
A Escola Superior Agro-Alimentar de Malange vai beneficiar da engenharia de processamento de alimentos, área em que a Universidade Nacional de Quilmes tem larga experiencia.
“É uma engenharia de que pouco se fala e queremos aproveitar a experiência da Argentina para que a nossa instituição académica, quando começar a funcionar, possa ser importante para o país”, disse o pró-reitor. A cooperação privilegia, também, os cursos de graduação, pós-graduação e o intercâmbio entre estudantes e docentes. “O intercâmbio é extremamente importante já que nos oferece a oportunidade de enviar o primeiro estudante para a Argentina durante quatro meses”, acrescentou. Carlos Pedro Yoba garantiu que o acordo com a Universidade de Quilmes vai potenciar a sua instituição.
A directora-geral para as relações institucionais da Universidade de Quilmes, Viviana Anache, disse que as duas instituições têm muitas áreas em comum para a cooperação, possibilitando o desenvolvimento de vários projectos. “É a primeira universidade angolana a cooperar com a nossa e vamos aproveitar, ao máximo, para que a execução dos projectos possa começar rapidamente”, disse. Viviana Anache informou que existe interesse comum e que, apesar do seu pouco tempo de existência, há um certo desenvolvimento das várias unidades orgânicas na Universidade Lueji A'Nkonde.
A universidade Lueji A'Nkonde faz parte da IV Região Académica que engloba as províncias da Lunda-Norte, Lunda-Sul e Malange. Além do actual acordo com a Universidade Nacional de Quilmes, também já trabalha com as Universidades portuguesas do Porto e Minho, Mandume ya bDemafayo e Katyavala Buila, de Angola, São Paulo, no Brasil e Marien Ngouabi, do Congo Brazzaville.

Tempo

Multimédia