Províncias

Administração municipal do Chitato está a remover as sucatas de viaturas

Armando Sapalo | Chitato

A administração municipal do Chiatato, província da Lunda-Norte, começou a remover a sucata de viaturas avariadas e abandonadas ao longo das ruas e passeios da cidade do Dundo.

Medida visa melhorar a qualidade de vida da população e a imagem da cidade
Fotografia: Benjamim Cândido|Chitato

A administração municipal do Chiatato, província da Lunda-Norte, começou a remover a sucata de viaturas avariadas e abandonadas ao longo das ruas e passeios da cidade do Dundo.
O chefe de repartição de Saneamento e Espaços Verdes, Pedro Chissaluquila, disse ao Jornal de Angola que o processo de recolha das sucatas no Chitato enquadra-se numa acção de saneamento básico que a administração local desencadeou, em parceira com várias empresas de saneamento básico e da Polícia Nacional, com o objectivo de tornar o trânsito mais fluido e conferir uma nova imagem à cidade.
Até agora, foram removidas para o aterro sanitário 54 das 120 carcaças de automóveis registadas. “A remoção vai continuar e todos aqueles que possuem  viaturas avariadas devem estacioná-las nos seus quintais, sob pena de serem multados pelos serviços de fiscalização da Administração Municipal”, avisou Pedro Chissaluquila.
“Antes de começar o  processo de recolha, avisámos todos os detentores de viaturas nestas condições estacionadas na via pública, com realce para os passeios e sarjetas, para as colocarem nos seus quintais e evitar a acumulação de lixo na cidade”. O responsável adiantou ainda que a administração municipal do Chitato vai adquirir este ano novos equipamentos de recolha e tratamento de lixo.

Novos equipamentos

Pedro Chissaluquila assegurou que, no passado, as brigadas de recolha de lixo trabalhavam em condições difíceis, por falta de materiais como luvas, máscaras e  viaturas, mas, este ano, a administração municipal pôs à disposição diversos equipamentos.
Actualmente,  o município possui três empresas de saneamento básico, que além  de trabalharem na remoção e tratamento de resíduos sólidos, estão a desenvolver actividades ligadas  à recuperação e criação de novos espaços verdes. Além disso, 36 contentores, com capacidade para suportar seis toneladas de lixo, e 37 outros de 800 quilos, foram postos dentro da cidade do Dundo e bairros periféricos da vila do Chitato, número que Pedro Chissaluquila considerou insuficiente,  pois serem necessários mais com, com a mesma lotação.
A par do reforço dos meios técnicos, com a aquisição de mais contentores e camiões basculantes, estão a ser promovidas acções de sensibilização junto das populações, no sentido de se aliarem aos esforços da administração municipal nas campanhas de limpeza e recolha de lixo, tendo em vista a melhoria do saneamento básico da cidade.

Tempo

Multimédia