Províncias

Casos de HIV-Sida com novos registos

Isidoro Samutula | Dundo

As autoridades sanitárias da província da Lunda–Norte registaram mais de 400 casos de Sida, dos quais 20 resultaram em óbitos, disse o chefe do departamento provincial de Saúde Pública, Omar Katumba, que indicou terem sido os municípios do Chitato, Lucapa e Cambulo os mais afectados.

Omar Katumba especificou que, em média, são diagnosticados diariamente cinco casos de HI-Sida, principalmente em mulheres grávidas, durante as consultas pré-natal, enquanto a maioria dos homens só fazem o teste quando a doença começa a manifestar-se.
O responsável disse que a faixa etária mais afectada vai dos 15 aos 30 anos entre as mulheres, enquanto nos homens varia entre os 20 e os 50. Adiantou que a falta de exames de rotina está a contribuir para o diagnóstico tardio da doença, o que dificulta o acompanhamento médico.
O médico sublinhou que a doença tem registado níveis elevados de propagação devido à insistência das pessoas em fazerem sexo sem prevenção e lamentou a atitude de certas pessoas que, mesmo conhecendo o seu estado serológico, continuam a infectar outras pessoas.
‘’É um comportamento social que deve ser combatido para evitar que pessoas com sida propaguem o vírus na sociedade”, afirmou Omar Katumba, apelando às pessoas para que façam testes de rotina nas diferentes unidades sanitárias para não serem surpreendidas.
O chefe do departamento provincial de Saúde Pública da Lunda-Norte assegurou que actualmente já é possível fazer teste de hiv-sida em qualquer unidade sanitária ou clínicas móveis do programa alargado de combate a esta doença.

Tempo

Multimédia