Províncias

Centralidade do Dundo com nome do Presidente

Isidoro Samutul | Dundo

A Centralidade do Dundo, em construção, vai chamar-se Cidade José Eduardo dos Santos, com órgãos administrativos equiparados a Administração Muncipal, refere um ante-projecto analisado na última reunião do Governo Provincial da Lunda Norte.  

Estão em curso no Dundo diversas acções de impacto social para melhorar o nível de vida
Fotografia: Francisco Bernardo

Na mesma sessão, o director do Gabinete de Estudos e Planeamento anunciou que o Governo Provincial vai diversificar nos proximos três anos a actividade económica para melhorar os serviços sociais com impacto directo na vida da população.
Fernando Barber disse que as acções fazem parte do plano de desenvolvimento - avaliado em 433 milhões de kwanzas que se estende até 2017 - que dá igualmente prioridade à formação de jovens e valorização do território, bem como dos arquivos culturais e patrimoniais.
O Governo Provincial, afirmou, vai também apostar no sector produtivo para a criação de bases de desenvolvmento sustentável a médio prazo e redução gradual da grande  influência do sector diamantífero na economia da Lunda Norte.
Fernando Barber referiu igualmente a aposta no desenvolvimento da agricultura e pecuária para tornar a província auto suficiente em bens alimentares.
O plano de desenvolvimento da província a médio prazo, declarou, destina-se sobretudo a assegurar a operacionalidade de vários programas, entre os quais se conta a formação dos jovens.
Na sessão foram prestadas informações sobre o recenseamento geral da população e habitação, a situação actual dos Balcões Unicos do Empreendedor e a abertura de postos de emissão de Bilhete de Identidade nos municipios de Capenda-Camulemba e Caungula.

Tempo

Multimédia