Províncias

Comuna do Luia a caminho do progresso

Isidoro Samutula | Luia

A reabilitação da estrada que liga a vila do Nzagi à comuna de Luia, no município do Cambulo, está a permitir a reposição gradual das infra-estruturas sociais naquela localidade, no quadro do programa municipal integrado de combate à fome e redução da pobreza, segundo o administrador comunal.

As vias secundárias e terciárias também estão a ser reabilitadas para facilitar o escoamento dos produtos do campo para a cidade
Fotografia: Jornal de Angola |

Gastão Cabeia Bonifácio disse que a reabilitação do troço rodoviário insere-se no programa do governo provincial, que prevê a recuperação das vias secundárias e terciárias, de forma a assegurar a circulação de pessoas e bens e sobretudo a evacuação dos produtos agrícolas para os principais mercados. O administrador comunal do Luia destacou a importância que se atribui à melhoria das vias de comunicação para o desenvolvimento das localidades, reconhecendo as mudanças positivas que se registam na comuna do Luia, que ficou isolada da sede municipal por mais de trinta anos, devido à precariedade da estrada.
“Antes fazíamos mais de quatro horas para chegar à sede comunal, em condições muito penosas, agora o percurso é de apenas uma hora e meia”, disse Gastão Cabeia Bonifácio, que se mostrou satisfeito com a melhoria gradual do nível de vida dos habitantes daquela circunscrição administrativa.
A melhoria da circulação rodoviária, segundo o administrador comunal do Luia, está a dar maior impulso e celeridade às obras de impacto social em curso, com realce para a escola de seis salas de aulas e quatro residências para funcionários, que podem ser concluídas ainda este ano. Gastão Cabeia Bonifácio destacou a necessidade de mais salas de aula, principalmente nas localidades com maior número de crianças fora no sistema de ensino, como os bairros Samacuma e Kaungueji, cujas crianças percorrem dia­riamente longas distâncias para assistirem aulas na sede comunal.
O administrador defendeu a extensão do primeiro ciclo, no próximo ano, para possibilitar que os alunos que terminem a 6ª classe possam dar continuidade aos seus estudos na comuna. Para este ano lectivo, estão matriculados 376 alunos da iniciação à sexta classe e cerca de cinco professores asseguram o sistema de ensino e aprendizagem na comuna. Do programa de reposição de infra-estruturas administrativas consta a construção da administração comunal, a reabilitação da residência do administrador e do administrador adjunto, implantação dos ser­viços sociais, como sistemas de a­bastecimento de água potável e de energia eléctrica.
A comuna tem um posto de saúde, com quatro camas, e, segundo Gastão Cabeia Bonifácio, existem projectos para a sua ampliação, de modo a garantir assistência médica a um universo maior de habitantes. Para constatar o desenvolvimento socioeconómico da região, o governador provincial, Ernesto Muangala, deslocou-se recentemente à comuna do Luia, tendo, na ocasião, orientado à administração municipal de Cambulo a implementar programas que visam, a curto prazo, melhorar as condições de vida da população. A comuna de Luia tem uma densidade populacional avaliada em mais de dois mil habitantes, que na sua maioria se dedicam à agricultura e caça.

Tempo

Multimédia