Províncias

Crianças da vila de Cafunfo ganharam uma nova escola

Armando Sapalo| Dundo

Crianças do bairro Gika, na vila mineira do Cafunfo, a 45 quilómetros da sede municipal do Cuango, começaram a frequentar uma nova escola do primeiro nível, construída pela Empresa Nacional de Diamantes de Angola (ENDIAMA).
Com quatro salas e um campo desportivo, a escola inaugurada pelo governador provincial, Ernesto Muangala, está apetrechada com material informático, um tanque de água de cinco mil litros e um gerador de 80 KVA.

A instituição de ensino foi construída pela Empresa Nacional de Diamantes de Angola no quadro da sua acção social
Fotografia: JA

Crianças do bairro Gika, na vila mineira do Cafunfo, a 45 quilómetros da sede municipal do Cuango, começaram a frequentar uma nova escola do primeiro nível, construída pela Empresa Nacional de Diamantes de Angola (ENDIAMA).
Com quatro salas e um campo desportivo, a escola inaugurada pelo governador provincial, Ernesto Muangala, está apetrechada com material informático, um tanque de água de cinco mil litros e um gerador de 80 KVA.
Numa mensagem lida por Nelson Manuel Jorge, de 10 anos e aluno de 6ª classe, as crianças agradecem à ENDIAMA as iniciativas de responsabilidade social em parceria com o governo da província, tendentes ao alargamento da rede escolar a nível da província.
“As crianças desta localidade e do município do Cuango agradecem à ENDIAMA e ao governo da província por terem construído novas escolas. Prometemos tudo fazer para a conservação e manutenção da escola”, referiu.
O chefe da repartição municipal da Educação do Cuango, Jorge Muatxacupua, apelou aos beneficiários para preservarem a infra-estrutura, tendo em conta que vai servir também as próximas gerações.
O município do Cuango tem 60 escolas, mas necessita de mais 140 salas de aula. No presente ano lectivo, estão matriculados 37.384 alunos em diferentes níveis de ensino.
“Queremos que haja mais escola para permitir a insercção de mais crianças , com idade escolar, no sistema de ensino”, disse.
O administrador da ENDIAMA, Luís Quitamba, revelou que estão projectadas várias iniciativas para beneficiar as comunidades da Lunda-Norte e anunciou para este ano o início da construção do Instituto Superior Politécnico, uma das unidades orgânicas da Universidade Luegi Akonde, na vila do Luzamba, município do Cuango.Também este ano vai ser inaugurado um instituto médio agrário em Xá-Muteba, por iniciativa da empresa estatal de exploração de diamantes.

Tempo

Multimédia