Províncias

Cruz Vermelha de Angola está a mobilizar dadores

 

A Cruz Vermelha de Angola (CVA) na Lunda-Norte, está a desenvolver acções destinadas a mobilizar voluntários para doarem sangue.

Acção de solidariedade para com o próximo
Fotografia: Paulo Mulaza

O secretário executivo da organização, Ilídio Chissolukombe, disse que actualmente estão a ser criados comités de acção em todos os municípios da província, no sentido de conseguir mais voluntários para integrarem os núcleos de acção da instituição na província.
Ilídio Chissolukombe disse que a CVA controla, na Lunda-Norte, 210 voluntários, número que os responsáveis esperam ver aumentado, para que as acções programadas possam ser desenvolvidas de acordo com as exigências da instituição.
Durante o primeiro semestre, a instituição reforçou as campanhas de sensibilização e prevenção da cólera, tal como a participação na assistência humanitária no regresso voluntário dos cerca de quatro mil cidadãos do Congo Democrático.
Os municípios do sul da província são aqueles nos quais a CVA se concentra mais em termos de prevenção da cólera, tendo em conta a péssima qualidade da água consumida nestas localidads. O secretário executivo referiu que a população tem sido esclarecida sobre as técnicas a adoptar no sentido de prevenir qualquer epidemia que venha a surgir, com maior realce para a população vulnerável, que vive nas áreas consideradas endémicas.
Para desenvolver as acções programadas para este ano, a CVA está a levar a cabo, nos nove municípios da Lunda-Norte, seminários de formação dos responsáveis sectoriais em matérias sobre o movimento internacional da instituição e do Crescente Vermelho.

Tempo

Multimédia