Províncias

Diamantífera cria projectos sociais em parceria com Governo Provincial

Isidoro Samutula Dundo

A De Beers está a desenvolver várias acções sociais em benefício das comunidades do município do Lucapa, revelou na última quarta-feira o director do projecto Lunda-Nordeste, Luís Figueiredo Muanbongue.

Habitantes das comunidades de Lucapa vão passar a dispor de novos serviços no âmbito das obras levadas a cabo pela De Beers
Fotografia: Jornal de Angola

A De Beers está a desenvolver várias acções sociais em benefício das comunidades do município do Lucapa, revelou na última quarta-feira o director do projecto Lunda-Nordeste, Luís Figueiredo Muanbongue.
O responsável revelou que as acções estão viradas para apoio das actividades agrícolas, educação, saúde, habitação, cultura e desporto, assim como acções de capacitação da população sobre gestão de pequenos negócios.
A construção do novo bairro Mulepe, que é um dos maiores projectos sociais implementados por uma empresa diamantífera no município de Lucapa, consta também das acções. O bairro conta com 16 residências do tipo T2 e abriga cerca de 72 pessoas, constituídas por 16 famílias, disse Luís Muanbongue.
O director do projecto Lunda-Nordeste precisou que a construção do novo bairro Mulepe permitiu o realojamento da comunidade que residia em cabanas de pau-a-pique, no Mulepe, local onde a empresa realiza os trabalhos de prospecção, pesquisa e reconhecimento de kimberlitos.
“A população estava muito perto da área de prospecção e vivia em condições precárias e para a sua segurança, a empresa construiu um bairro com as condições de habitabilidade mais dignas”, disse.
O responsável da De Beers na Lunda-Norte informou que está igualmente a ser desenvolvido o projecto “KULIVA”, essencialmente para intervir no sector da saúde comunitária, em parceria com a Consaúde, empresa de direito angolano e especializada em questões de saúde comunitária. O projecto “KULIVA” permitiu a organização, capacitação e criação de competências dos grupos de activistas, mobilizados para a realização de diversas actividades, com realce para a distribuição de material informativo sobre a malária e VIH/Sida, preservativos e mosquiteiros tratados com insecticida.
 A construção de latrinas comunitárias, a participação e apoio logístico às campanhas de vacinação e visitas domiciliárias de aconselhamento fazem também parte das actividades realizadas pelos cerca de oito mil activistas mobilizados pela empresa.O sector da Educação também consta das prioridades da empresa diamantífera. Desde 2008 tem proporcionado aulas de alfabetização no centro comunitário.
O director do projecto Lunda-Nordeste disse que desde 2008 foram formados 1.345 alfabetizandos e cinco professores. Para o ano lectivo 2012, estão matriculados e a frequentar as aulas nas escolas patrocinadas pela empresa, 505 alunos que beneficiam também de apoios de equipamentos para a prática de desporto e actividades culturais.
A introdução do curso de informática nos projectos sociais está a proporcionar aos jovens estudantes e trabalhadores locais tomar contacto com as novas tecnologias,   revelando o director que desde 2009, mais de 360 jovens receberam formação profissional em informática. O projecto relacionado com o apoio aos camponeses do município do Lucapa inclui a distribuição de sementes, equipamentos de tracção, instrumentos agrícolas, apoio mecânico e aconselhamento técnico.
O apoio da De Beers ao processo da agricultura permitiu o aumento de áreas de cultivo e produtividade das associações Frente Luachimo e Quelendendede, que resultou na obtenção de uma boa colheita para o consumo das próprias associações e para a comercialização no mercado local.

Tempo

Multimédia