Províncias

Direcção do Sanatório chamada a colaborar ao mais alto nível

O problema da falta de alimentação que os pacientes internados no Hospital Provincial Sanatório de Sacavula enfrentavam, há mais de quinze dias, já está ultrapassados, garantiu o governador da Lunda-Norte, Ernesto Muangala.

Segundo Ernesto Muangala, além das dificuldades financeiras, os doentes internados no sanatório de Sacavula ficaram privados de refeições pelo facto de as instâncias superiores do governo da Lunda-Norte, como o governador e o gabinete provincial da Saúde, não terem sido informadas pela direcção do hospital sobre a referida situação, que considerou de extremamente preocupante.

“Nós entendemos a difícil situação financeira que o país está a enfrentar, mas a direcção do hospital deve comunicar todas as dificuldades ao gabinete provincial da Saúde. Tão logo me apercebi, orientei o director do gabinete provincial da Saúde a interagir com a empresa que já prestava serviço ao hospital no sentido de retomar, com a garantia de o governo honrar os compromissos contratuais”, disse.


Tempo

Multimédia