Províncias

Dundo ensaia modelo de limpeza da cidade

Armando Sapalo | Dundo

A administração municipal do Chitato promoveu no sábado, no Dundo, uma mega campanha de limpeza em todos os bairros e principais ruas da capital da Lunda Norte, numa iniciativa que envolveu os habitantes para melhorar o saneamento básico e prevenir doenças.

A Administração Municipal do Chitato mobilizou homens e máquinas para participar na campanha de limpeza realizada no sábado
Fotografia: João Gomes

A iniciativa marca também a entrada em vigor de um novo modelo de recolha do lixo e contou com a participação de funcionários públicos e de empresas privadas, membros das igrejas, associações juvenis e desportivas, efectivos dos órgãos de defesa e segurança.
As autoridades do município do Chitato reconhecem que o sistema de saneamento básico na cidade do Dundo é deficiente, carecendo de mais investimento e métodos eficazes de gestão, devido às grandes quantidades de lixo acumuladas nas principais ruas.
O director municipal do saneamento básico e espaços verdes, Alfredo Cafanda, referiu que os casos mais graves verificam-se nas valas de drenagem das águas pluviais, que estão a ser transformadas em áreas de depósito do lixo doméstico e comercial.
Alfredo Cafanda disse que, além da contratação de empresas especializadas na recolha e tratamento do lixo, com capacidade técnica, financeira e humana comprovada, uma das soluções para o problema prende-se com a necessidade de envolver a população nas campanhas de limpeza. O director elogiou o nível de mobilização que foi feito e realçou que o resultado da campanha realizada no sábado ultrapassou as expectativas, a julgar pelo número incalculável de pessoas que participaram.
Entre os participantes, destacou a presença massiva de jovens que, com a sua capacidade de organização e compromisso com a causa de manter a cidade limpa, criaram nove brigadas, que doravante vão estar empenhadas na manutenção da higiene da capital da Lunda Norte.
Alfredo Cafanda revelou que, movidos pela importância da realização periódica de campanhas de limpeza, os jovens propuseram à administração municipal a realização de campanhas de sensibilização da comunidade para a educação ambiental e a necessidade de depositar o lixo nos locais e em horários recomendados.
As campanhas de limpeza da cidade do Dundo envolvendo a comunidade, acrescentou, servem igualmente para reforçar as medidas de prevenção contra as doenças provocadas pelo lixo.
“Todos nós beneficiamos com a campanha de limpeza, tendo em conta que é importante promovermos a mudança de comportamentos em relação ao lixo, no sentido de evitarmos doenças como o paludismo e outras”, sublinhou Alfredo Cafanda, que apelou à participação de mais habitantes nas próximas campanhas de limpeza.

Capacidade das operadoras

Alfredo Cafanda disse que a administração municipal do Chitato estabeleceu contratos com três empresas de saneamento básico que operam na recolha e tratamento do lixo na cidade do Dundo.A administração municipal dá prioridade, no seu programa para este ano, ao saneamento básico e limpeza da cidade, com vista a criar uma nova imagem e proporcionar um ambiente saudável, afirmou Alfredo Cafanda. 
A direcção municipal do saneamento básico e espaços verdes está empenhada em acabar com as elevadas quantidades de lixo nas ruas da cidade, acrescentou, apontando como principais desafios para as operadoras o reforço da capacidade técnica, sobretudo o aumento de número de contentores, e definição de horários mais adequados à limpeza e remoção de resíduos.
A responsabilização dos estabelecimentos comerciais que produzem lixo e não cumprem com as normas de recolha e tratamento dos resíduos, figura também no conjunto de acções que vão ser implementadas no âmbito do novo modelo de gestão do sistema de saneamento básico.  Segundo Alfredo Cafanda, também está prevista a construção de um novo aterro sanitário, uma vez que o único existente no Dundo já não corresponde às recomendações dos especialistas.

Tempo

Multimédia