Províncias

Elevação do Dundo a município

O Governo da Província da Lunda-Norte, reunido na terceira reunião extraordinária, sob orientação do governador Ernesto Muangala, decidiu ontem propor a elevação da cidade do Dundo a categoria de município urbano, noticiou a Angop.

 O Governo da Província da Lunda-Norte, reunido na terceira reunião extraordinária, sob orientação do governador Ernesto Muangala, decidiu ontem propor a elevação da cidade do Dundo a categoria de município urbano, noticiou a Angop.
O porta-voz do encontro, o vice-governador para os Serviços Técnicos, Moisés Chingongo, apresentou com argumentos que levaram à decisão tomada pelo Governo Provincial os índices de desenvolvimento muito positivos da região. O Governo debruçou-se sobre essa questão e decidiu propor às estruturas centrais a elevação do Dundo a município, para devido tratamento. De acordo com a mesma fonte, a implantação,  a curto e médio prazos, dos projectos da nova urbanização do Dundo, que cria 20 mil fogos para os cidadãos, e o desenvolvimento do programa nacional da habitação, numa área de 300 hectares de  reservas fundiárias, são factores que vão revitalizar a cidade. O porta-voz referiu que contribuiu igualmente para a decisão a expansão do Ensino Superior na região, com a instalação da Universidade Lweji em Nkonda, e a existência de unidades orgânicas das faculdades de Direito e de Economia. “A cidade do Dundo conheceu uma explosão demográfica considerável, com o surgimento de novos assentamentos. Isto levou o Governo a apresentar a proposta, face aos reajustamentos da divisão político-administrativa preconizados pelas autoridades centrais”, salientou Moisés Chingongo. Se a medida for aprovada o novo  município passa a integrar três comunas, nomeadamente Dudundu, Musungue e Dundo (sede).

Tempo

Multimédia