Províncias

Filhos de ex-combatentes são enquadrados no ensino

Armando Sapalo | Dundo

Crianças em idade escolar, filhos de antigos combatentes e veteranos da Pátria da localidade do Txamba, a cerca de 70 quilómetros do Dundo, na Lunda Norte,

Fotografia: Arquivo JA

que se encontram fora do sistema de ensino vão, a partir do próximo ano lectivo, ser enquadrados no internato da Escola de Magistério Primário, no distrito urbano do Chitato, anunciou o governador   provincial. Ernesto Muangala disse que a Administração Municipal do Chitato trabalha neste momento no levantamento do número de crianças a serem transferidas para o internato. Acrescentou  que se pretende com o programa facilitar a inserção social das crianças e proporcionar um clima de paz, amizade e de harmonia, tendo em vista a promoção do desenvolvimento no seio das comunidades afastadas das zonas urbanas.
O governador, que falava no distrito urbano do Chitato,disse que depois de concluírem a sua formação académica, os futuros professores regressam às zonas de origem para prestarem o seu contributo a nível do sector da Educação, tendo em conta a  escassez de quadros na localidade do Txamba.
O processo de inclusão de crianças no internato da Escola de Magistério Primário localizado no distrito urbano do Chitato, inaugurado em Fevereiro deste ano, contempla, a­lém de descendentes de antigos combatentes, também crianças e adolescentes, cujas famílias não têm capacidade financeira para assegurar o ensino dos seus filhos.
Com esta iniciativa, referiu, o Governo Provincial da Lunda Norte pretende reforçar os mecanismos para cumprimento de um dos onze compromissos na protecção da criança assumidos pelo Executivo, que tem a ver com a garantia da educação.
Reconheceu que as crianças residentes nas zonas rurais enfrentam muitas carências em termos de serviços sociais.

Tempo

Multimédia