Províncias

Funcionários pedem jornais

Armando Sapalo| Dundo

O delegado provincial das Finanças da Lunda-Norte, Alberto Calamba, defendeu quinta-feira, no Dundo, a necessidade de se estabelecerem mecanismos mais eficazes, tendentes à expansão e à melhoria da circulação dos produtos da Edições Novembro.

O responsável, que falava no termo de uma visita às instalações da Edições Novembro, proprietária dos títulos Jornal de Angola, Jornal dos Desportos, Economia & Finanças e Cultura, disse que há uma necessidade de se estender estes produtos jornalísticos para os nove municípios da província.
Alberto Calamba, que chefiava um grupo de trabalhadores da delegação das Finanças, no âmbito das comemorações dos 112 anos da criação daquele Ministério, assinalado a 3 de Outubro, afirmou que a produção editorial dos títulos da Edições Novembro traz conteúdos noticiosos que contribuem de forma significativa para o reforço dos sentimentos de preservação da paz, reconciliação nacional, defesa da democracia, promoção e valorização de actividades culturais e desportivas.
Alberto Calamba afirmou que uma maior circulação dos jornais produzidos pela referida empresa de comunicação elevaria os níveis de informação da população sobre os esforços que estão a ser empreendidos no processo de reconstrução nacional, bem como seria um incentivo ao hábito de leitura.
O delegado das Finanças, que elogiou a qualidade de impressão e o novo perfil gráfico do Jornal dos Desportos e Economia & Finanças, aconselhou para que os próximos desafios estejam consubstanciados em acções que visam garantir maior circulação.

Tempo

Multimédia