Províncias

Governador quer regresso das obras aos aeródromos

Vitorino Matias | Dundo

O vice-governador da Lunda-Norte para a esfera económica e social, Porfírio Muacassangue, defendeu, no fim-de-semana, o reinício das obras dos aeródromos das cidades do Dundo, Lucapa e Nzagi, para permitir o funcionamento normal do sistema da economia local.

O vice-governador da Lunda-Norte para a esfera económica e social, Porfírio Muacassangue, defendeu, no fim-de-semana, o reinício das obras dos aeródromos das cidades do Dundo, Lucapa e Nzagi, para permitir o funcionamento normal do sistema da economia local.
O vice-governador, que falava durante os trabalhos da primeira reunião do Conselho provincial dos Transportes, Correios e Telecomunicações, disse que “sentimos hoje os efeitos negativos da limitação dos serviços que esses aeródromos oferecem às populações, o que repercute também pela negativa nas transacções comerciais a nível da província”.
Porfírio Muacassangue recomendou à Direcção Provincial dos Transportes, Correios e Telecomunicações a conjugar esforços para a concretização desse objectivo: “Devemos encontrar mecanismos para que essas obras se tornem um assunto de interesse nacional”.
A situação dos aeroportos do Dundo, Lucapa e Nzagi foi retratada durante a visita da equipa técnica da ENANA, que esteve recentemente na província, dirigida pelo administrador de engenharia e manutenção, Diógenes da Silva.
O responsável da ENANA disse que a recuperação dos aeródromos do Dundo, Nzagi e Lucapa está atrasada devido à crise económica e financeira que afectou o país e o mundo.
Diógenes da Silva garantiu que, no quadro do programa de investimentos públicos revisto, “acreditamos que brevemente vamos dar continuidade das obras que estão em curso”. As pistas, disse, vão ser ligadas às áreas que inicialmente já existiam, construídas valas de drenagem, caminhos de circulação e as plataformas de estacionamento dos aviões.
Diógenes da Silva assegurou igualmente que vão ser construídos terminais de passageiros à altura para dar comodidade a todos os que usarem os serviços aeroportuários. 

Tempo

Multimédia