Províncias

Governo pede maior celeridade nas obras

Armando Sapalo| Dundo

O Governo Provincial da Lunda Norte exige que as empresas apuradas para a execução de obras públicas imprimam uma maior dinâmica para cumprimento dos prazos contratuais, disse no Dundo a vice-governadora para o sector político e social.

Estão a ser reabilitadas e construídas diversas infra-estruturas de impacto social para melhorar a qualidade de vida da população
Fotografia: Jornal de Angola

Angélica Nené Ihungo referiu que a execução de algumas obras, concebidas o ano passado pelo Programa de Investimentos Públicos (PIP), para a melhoria das condições de vida das populações, verificou muitos incumprimentos por parte dos empreiteiros.
As autoridades da Lunda Norte vão ser este ano implacáveis com as empresas que se atrasarem na conclusão dos trabalhos.
O Governo Provincial está determinado a desenvolver acções sociais para conferir maior dignidade aos seus habitantes, mas, para isso, tem de haver uma boa participação das empresas a quem são confiados os trabalhos.

Obras de impacto social


A vice-governadora assegurou aos empreiteiros que apresentaram as suas candidaturas para a execução de obras que as propostas remetidas às autoridades governamentais para avaliação são analisadas de acordo com os princípios da imparcialidade, igualdade e concorrência, sem qualquer distinção.
O PIP de 2014 da Lunda Norte reserva 19 projectos, com destaque para a construção de cinco campos multiusos nos municípios de Chitato, Lucapa, Cambulo, Lubalo e Cuango, com o objectivo de promover a massificação e prática da actividade desportiva no seio da juventude.
Os projectos a serem erguidos no quadro do Programa de Desenvolvimento, aprovado pelo Executivo, prevêem igualmente o reforço e a expansão dos serviços sanitários, através da construção de quatro laboratórios de análises clínicas em igual número de circunscrições municipais.As localidades contempladas com os estabelecimentos de saúde são Xá Muteba, Cuilo, Lubalo e Caungula.
Ainda no sector da saúde, são construídos cinco postos médicos nas zonas fronteiriças com a República Democrática do Congo, municípios de Cambulo, Cuílo, Caungula, Lucapa e Cuango.

Outros sectores

O sistema de Educação da província da Lunda Norte é também reforçado, com a construção de dois institutos médios, um de Saúde, no Chitato, e um Politécnico, no Lucapa, além de uma escola de ensino especial.
O município do Chitato vai dispor ainda este ano de um lar para idosos e uma clínica de diagnóstico.Os projectos são bastante ambiciosos e o Governo Provincial espera que as empresas de construção civil apuradas tenham capacidade técnica, humana e material para a materialização destas obras.

Concurso público


A comissão de avaliação de candidaturas para a adjudicação de obras públicas divulgou que dos 50 cadernos de encargos recebidos foram admitidas para o concurso público de empreitadas na província da Lunda Norte 31 empresas de construção civil.
Os resultados definitivos das empresas apuradas no concurso público são divulgados num período de 15 a 30 dias, após avaliação das propostas.

Tempo

Multimédia