Províncias

Hospital Sanatório de Sacavula organiza jornadas científicas

Armando Sapalo | Dundo

O Hospital Sanatório de Sacavula, na província da Lunda-Norte, realiza, entre 3 e 4 de Maio próximo, as primeiras jornadas científicas subordinada ao lema “combate às grandes endemias”, disse, na segunda-feira, ao Jornal de Angola, o seu director-geral.

O Hospital Sanatório de Sacavula, na província da Lunda-Norte, realiza, entre 3 e 4 de Maio próximo, as primeiras jornadas científicas subordinada ao lema “combate às grandes endemias”, disse, na segunda-feira, ao Jornal de Angola, o seu director-geral.
Buangica Mambelo afirmou que nas jornadas, em que vai ser debatido o problema da tuberculose no país, orientadas por peritos do Ministério da Saúde e da Ordem dos Médicos, participam responsáveis e profissionais de todos os hospitais sanatórios de Angola. O responsável do Hospital Sanatório do Sacavula referiu que vão ser também discutidos os métodos de combate a outras doenças, como a malária e a sida.
Só em 2010, revelou, foram registados 4.645 novos casos de tuberculose – 634 homens, 313 mulheres e 15 crianças – com 1.168 internamentos.

Reforço da assistência

Buangica Mambelo anunciou também que o Hospital Sanatório do Sacavula vai reforçar a capacidade de assistência com novos serviços, resultantes da colocação de meios técnicos doados pela Espanha, como equipamentos de emergências médicas, materiais para cirurgias e acessórios de consultas externas.  Com a colocação destes materiais, salientou, o Hospital Sanatório do Sacavula aumenta a capacidade de internamento de 92 para 139. “Acredito que vamos melhorar os serviços logo que o hospital passe a unidade orçamentada”, disse Buangica Mambelo.
O Hospital Sanatório do Sacavula, construído na década de 1950, que se encontra em estado avançado de degradação, dispõe de três médicos, que prestam serviços de diagnóstico terapêutico, internamento e consultas externas. Por dia, são atendidos entre 20 e 25 pessoas. 

Tempo

Multimédia