Províncias

Jovens dão sangue ao Hospital do Dundo

Vitorino Matias | Dundo

O Centro de Hemoterapia do Hospital Central do Dundo foi reforçado com 48 unidades de sangue, dado  por jovens, numa iniciativa conjunta da Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher e da Juventude e Desportos, no âmbito das comemorações dos 40 anos da Independência de Angola.

De acordo com a directora provincial da Família e Promoção da Mulher, Domingas Zeferino Martins, o gesto solidário visa minimizar a carência de sangue na unidade sanitária da Lunda Norte. “
Temos informações de que morrem pacientes aqui no Hospital Provincial por falta de sangue, por isso viemos dar o nosso sangue. Nós sabemos que não vai resolver todo o problema que esta unidade hospitalar enfrenta, mas a dádiva pode minimizar algumas dificuldades”, frisou.
 A responsável disse também que esforços vão ser envidados no sentido do programa de dádiva de sangue ser extensivo aos demais centros de hemoterapia das unidades sanitárias existentes na província, além de outras actividades de carácter solidário programadas pelas autoridades locais, no quadro das celebrações do 40º aniversário da Independência Nacional
O director clínico do Hospital Central do Dundo, Yanique Muimba, agradeceu o gesto dos jovens, porque a iniciativa vai ajudar na intervenção de casos cirúrgicos, pelo que apelou à sociedade a seguir o exemplo dos jovens .
Yanique Muimba revelou que todos os dias se registam 15 a 20 casos de pacientes, sobretudo crianças, cujo quadro clínico apresenta necessidade de recurso a transfusões sanguíneas e que um número considerável perde a vida por não existirem stocks em quantidades suficientes.
 “As fortes chuvas que se abatem nos últimos dias sobre a região, associadas à falta de saneamento básico, são causas do aparecimento da malária, associada à anemia, que tem ceifado muitas vidas, sobretudo, de crianças”, explicou Yanique Muimba.

Tempo

Multimédia