Províncias

Jovens doam sangue ao hospital provincial

Victorino Matias |Dundo

Jovens do Dundo doaram no fim-de-semana, ao serviço de hemoterapia do Hospital Provincial da Lunda-Norte, 50 unidades de sangue, destinadas a suprir as necessidades que aquela instituição hospitalar enfrenta.

O gesto representa o amor ao próximo
Fotografia: Benjamim Cândido

Jovens do Dundo doaram no fim-de-semana, ao serviço de hemoterapia do Hospital Provincial da Lunda-Norte, 50 unidades de sangue, destinadas a suprir as necessidades que aquela instituição hospitalar enfrenta.
A colheita de sangue contou com a participação de jovens de vários estratos sociais, com destaque para agentes da Polícia Nacional, cuja acção se inseriu no programa das comemorações de mais um aniversário do MPLA, celebrado ontem. Na ocasião, o secretário municipal da JMPLA no Chitato, Adolfo Cabangue, disse que o gesto teve como objectivo, suprir as necessidades do hospital.
“Temos informações de que morrem pacientes aqui no hospital provincial por falta de sangue, por isso, viemos doar o nosso sangue. Nós sabemos que não vai resolver todo o problema que esta unidade hospitalar tem, mas a doação pode minimizar algumas dificuldades que enfrenta”, frisou.
O responsável da área de hemoterapia do Hospital Provincial da Lunda-Norte, Paulo Maquenga, louvou o gesto dos jovens porque o sangue doado vai servir para minimizar as carências que se verificam: “precisamos muito de sangue para salvar vidas humanas”. Paulo Maquenga, revelou que todos os dias, 15 a 20 pacientes, maioritariamente crianças, têm necessidade de fazer transfusões de sangue e alguns acabam de falecer por não existirem stocks em quantidades suficientes de sangue.
“As fortes chuvas que se abatem nos últimos dias sobre a região, associadas à falta de saneamento básico, são causas do aparecimento da malária associada à anemia que tem ceifado muitas vidas de crianças”, afirmou o responsável.

Tempo

Multimédia