Províncias

Lucapa melhora imagem com novas obras

Armando Sapalo | Lucapa

O governo da Lunda Norte continua empenhado em desenvolver vários projectos de impacto social a nível do município do Lucapa, com vista a reforçar os níveis de qualidade de vida dos habitantes locais, considerou terça-feira o director provincial das Obras Públicas.

Novas infra-estruturas escolares vão permitir o surgimento de mais salas de aulas para um universo que ultrapassa os cinco mil alunos
Fotografia: Benjamim Cândido | Lucapa

Alteres Malenga fez tais pronunciamentos à margem da visita efectuada pelo governador provincial, Ernesto Muangala, ao município do Lucapa, para constatar o grau de execução física das obras em curso naquela circunscrição.
O director provincial avançou que entre os principais projectos em curso destacam-se o reforço do sistema de educação com o aumento de salas de aula, expansão e modernização dos serviços de saúde, circulação rodoviária, fomento habitacional e criação de condições para os Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, através da construção de um novo comando municipal.
O responsável afirmou que com as obras em curso, as autoridades esperam consolidar o Programa de Investimento Público 2014 e a Linha de Crédito da China, cuja finalidade é combater a fome e a pobreza, com vista a proporcionar os serviços essenciais básicos às populações, no âmbito das acções que visam reduzir as assimetrias entre a capital da Lunda Norte e os municípios do interior.
Explicou que, no ano lectivo 2015, o sector da Educação no Lucapa vai ser reforçado com três novas escolas, com dez salas cada, e duas outras concebidas para quatro e seis compartimentos de aulas. As referidas infra-estruturas escolares, salientou o director das Obras Públicas, vão permitir o surgimento de cerca de 45 salas de aula, para um universo de mais de cinco mil alunos de diferentes níveis.
As iniciativas voltadas ao sector da Educação visam fundamentalmente a materialização do compromisso assumido pelo Executivo, em tornar o ensino obrigatório e gratuito até a nona classe, com vista a assegurar o processo de inclusão social de um número considerável de jovens e adolescentes.
Quanto à melhoria dos serviços de saúde, Alteres Malenga disse que estão a ser desencadeados esforços para conferir maior dignidade às populações, em termos de assistência sanitária.
O director das Obras Públicas declarou que, para a concretização deste programa, decorrem as obras de construção de um novo hospital no bairro Cambimbi, na sede municipal do Lucapa, que vai possuir uma capacidade de 40 camas de internamento. A obra da nova unidade sanitária, financiada pela Linha de Crédito da China, arrancou em Março deste ano e a sua conclusão está prevista para Julho de 2015.
Alteres Malenga salientou que o estabelecimento sanitário ocupa uma área total de 20 mil metros quadrados e vai dispor de uma variedade de serviços indispensáveis, numa unidade hospitalar moderna. Disse que, além de um edifício administrativo, a infra-estrutura vai contar com um parque de estacionamento com tapete asfáltico e com zonas verdes.
O director provincial das Obras Públicas avançou que a unidade sanitária está a ser concebida para dispor de todas as valências médicas e equipamentos adequados, o que vai trazer grandes benefícios aos habitantes do município.
Alteres Malenga referiu ainda que, na circunscrição municipal do Lucapa, está em curso a segunda fase da reabilitação do Centro Materno-Infantil do Calonda, que fica a 18 quilómetros da sede. A actual estrutura do Centro Materno-infantil do Calonda tem mais de 50 anos de existência e encontra-se em avançado estado de degradação, o que não possibilita prestar uma assistência condigna às populações. Além dos trabalhos de reabilitação do edifício central, foi igualmente recuperada a estrutura da morgue, com a colocação de uma câmara de conservação para seis cadáveres.
Na localidade do Calonda, disse estar igualmente em construção uma quadra polidesportiva, destinada a assegurar as aulas de educação física das diferentes escolas sedeadas na antiga vila mineira.

Protecção Civil

A construção de infra-estruturas administrativas, para assegurar as forças de defesa e segurança, protecção civil e bombeiros, é outra das prioridades do governo, avançou Alteres Malenga.
Neste momento, esclareceu o director das Obras Públicas, estão em fase de conclusão a construção do novo comando municipal da Polícia Nacional e das instalações dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro.
A infra-estrutura dos bombeiros está a ser construída numa área de 170 mil metros quadrados e comporta vários serviços e compartimentos, com destaque para áreas de parqueamento, escritórios, refeitório, cozinha, sala de operações, de comunicação, posto médico, dormitórios e tanque de 993 mil litros de água. O director das Obras Públicas da Lunda Norte salientou que a obra, iniciada em Março último, deve estar concluída no próximo ano.

Tempo

Multimédia