Províncias

Lunda-Norte forma técnicos para gerir portal do governo

O Centro Nacional de Tecnologias de Informação (CNTI) promoveu, na terça-feira, no Dundo, província da Lunda-Norte, uma acção formativa para capacitar os técnicos que vão assegurar a gestão dos conteúdos do portal do governo, a ser criado nos próximos dias.

Portal vai permitir maior aproximação do governo provincial da Lunda-Norte ao público
Fotografia: Kindala Manuel

O Centro Nacional de Tecnologias de Informação (CNTI) promoveu, na terça-feira, no Dundo, província da Lunda-Norte, uma acção formativa para capacitar os técnicos que vão assegurar a gestão dos conteúdos do portal do governo, a ser criado nos próximos dias.
A representante do CNTI, Anuarite Kassongo, adiantou que o portal do governo tem como finalidade criar condições para que o cidadão tenha acesso a informações acerca do funcionamento de todos os organismos que compõe a estrutura governamental da província, visando uma maior aproximação entre o governo e o público, com notícias claras e específicas.
“O portal do governo é um projecto tecnológico, mas com fim estratégico de prestação de serviço ao público sobre o funcionamento das instituições do governo e com a finalidade de criar uma relação de proximidade com o cidadão”, pontualizou.
Anuarite Kassongo disse que o pessoal formado pelos técnicos do Centro Nacional de Tecnologias de Informação vai ter a missão de assegurar a gestão de conteúdos a serem introduzidos no referido portal. Avançou que “o pessoal foi dotado de técnicas relacionadas com a governação electrónica, estágios de implementação do portal do governo e comunicação electrónica”.
O próximo passo, disse, depois da formação da equipa, será a preparação e interacção do sistema para a sua familiarização com os gestores do conteúdo, para a gestão independente dos conteúdos, seguindo-se a criação propriamente dita do referido portal do governo.
O director provincial dos Correios e Telecomunicações, José Alberto dos Santos Rosa, realçou a importância do projecto, tendo em conta a aproximação dos serviços do governo provincial ao cidadão, referindo que os desafios actuais exigem a utilização das tecnologias de informação para maior velocidade no fornecimento da informação ao público.
Participaram na formação para gestão dos conteúdos do portal do governo da Lunda-Norte cinco técnicos das direcções provinciais dos Correios e Telecomunicações, Comunicação Social e assessoria de imprensa do governador provincial e Centro de Documentação e Informação.
O Centro Nacional de Tecnologias de Informação fez a entrega à direcção provincial dos Correios e Telecomunicações de dois computadores, devidamente operacionais, com os sistemas e programas de gestão de conteúdos.

Falta de sangue no centro de hemoterapia do Dundo

A falta de voluntários e organizações de dadores de sangue no município do Chitato, na província da Lunda-Norte, contribui para a carência acentuada de sangue no centro de hemoterapia do hospital central do Dundo, revelou segunda-feira o chefe do centro, José Camuenhi.
O responsável disse que, para acudir os pacientes em estado grave, a doação de sangue é feita pelos familiares e algumas vezes pelas organizações juvenis e instituições religiosas, com realce para a JMPLA, as igrejas Católica, Universal do Reino de Deus, Simão Toco e da Igreja Adventista do Sétimo Dia.
José Camuenhi disse ainda que neste momento regista-se a falta de sangue nos stocks do centro, devido à falta de dadores, situação que, segundo afirmou, é preocupante, atendendo o número de pacientes que acorrem aquela instituição de saúde.
Disse igualmente que o centro possui uma marquesa para atender cerca de 18 pacientes, com prioridade para as crianças, que têm merecido uma atenção especial, face às dificuldades da instituição.

Tempo

Multimédia