Províncias

Mais equipamentos sociais

Isidoro Samutula | Dundo

Os municípios do Cuango, Xá Muteba e Lubalo, na província da Lunda Norte, vão passar a dispor, nos próximos dias, de novas infra-estruturas sociais, erguidas no âmbito do Programa de Investimentos Público.

A construção e reabilitação de infra-estruturas sociais tem impacto na qualidade de vida dos habitantes da província da Lunda Norte
Fotografia: Paulo Mulaza

No âmbito das comemorações do 4 de Abril, Dia da Paz e Reconciliação Nacional, vão ser inaugurados um complexo residencial no Cafunfo, município do Cuango, residência protocolar, duas escolas primárias de cinco salas cada, sala de reuniões, morgue e depósito de medicamentos na sede municipal do Xá Muteba.  Na comuna de Cassanje Calucala são inauguradas uma escola de seis salas, residência do administrador, residências para os quadros, edifício administrativo, posto de saúde e sistema de fornecimento da energia eléctrica.
No município do Lubalo, a população passa a ter uma residência protocolar, duas escolas com oito e três salas, edifício para serviço administrativo, sala de reuniões, jardim municipal e dois postos de saúde.
Ainda no âmbito das comemorações do Dia da Paz, foram inauguradas pelo governador provincial, Ernesto Muangala, postos de emissão de Bilhete de Identidade nos municípios de Capenda Camulemba e Caungula, assim como uma escola de seis salas na comuna de Luia, no município do Cambulo.
O governador disse, na abertura das jornadas comemorativas do 4 de Abril, que ao celebrar o Dia da Paz o povo angolano está a fazer justiça a todos os heróis que não hesitaram em dar as próprias vidas em defesa da pátria e dos elevados valores de amizade e solidariedade entre os povos
O governador Ernesto Muangala referiu que Angola é hoje, para bem dos seus filhos, uma nação em paz e reconciliada, que não pretende voltar a trilhar os caminhos de ódio e da violência.
Ernesto Muangala exortou, ainda, a população a ser tolerante e solidária, de modo a compreender as dificuldades do próximo e acalmar a dor dos que sofrem.

Tempo

Multimédia