Províncias

Mais escolas na vila do Cambulo

Joaquim Aguiar | Cambulo

O município do Cambulo vai contar com novas escolas, permitindo a inserção de mais crianças no sistema normal de ensino no próximo ano lectivo, assegurou ao Jornal de Angola, na vila N’zagi, o chefe de repartição da educação, Rodrigues Amélia.

O município do Cambulo vai contar com novas escolas, permitindo a inserção de mais crianças no sistema normal de ensino no próximo ano lectivo, assegurou ao Jornal de Angola, na vila N’zagi, o chefe de repartição da educação, Rodrigues Amélia.
O responsável revelou que as novas infra-estruturas escolares estão a ser construídas nas comunidades mais populosas e constam do programa integrado de desenvolvimento rural e combate à pobreza.
Das 134 salas de aulas que o município do Cambulo possui, apenas 79 são de carácter definitivo, sendo insuficientes para responder à demanda.
Para colmatar o défice, Rodrigues Amélia diz ser necessária a construção em cada bairro ou circunscrição de, pelo menos, uma escola de carácter provisório para o cumprimento do sistema de reforma educativa, que recomenda 30 alunos por cada sala de aulas.
“Penso que este sistema vai permitir controlar, avaliar e ajudar na assimilação das crianças durante o processo de ensino e aprendizagem, ao contrário da actual prática em que se regista uma superlotação nas salas de aulas. Não é possível que numa sala de aulas existam mais de 50 alunos”, disse.
Rodrigues Amélia sublinhou que o município do Cambulo confronta-se com um reduzido número de professores, o que inviabiliza os esforços das autoridades locais para a expansão da rede escolar a todas as comunas e aldeias da região.
O município do Cambulo dista 90 quilómetros do Dundo e ocupa uma extensão territorial de 41 quilómetros quadrados. Tem uma população estimada em 77 mil habitantes.

Tempo

Multimédia