Províncias

Mais uma bomba de combustíveis entra em funcionamento no Dundo

Armando Sapalo | Dundo

O abastecimento de combustíveis e lubrificantes, na cidade do Dundo, província da Lunda-Norte, vai conhecer melhorias significativas quando entrar em funcionamento, no mês de Julho, o novo posto de abastecimento da Sonangol.

O abastecimento de combustíveis e lubrificantes, na cidade do Dundo, província da Lunda-Norte, vai conhecer melhorias significativas quando entrar em funcionamento, no mês de Julho, o novo posto de abastecimento da Sonangol.
O empreendimento, construído em dois anos, vai proporcionar aos utentes de viaturas maior segurança e oferecerá um serviço de qualidade, com realce para a lavagem de viaturas, troca e enchimento de pneus.
As bombas de combustíveis da Sonangol vão ter ainda uma área de venda de lubrificantes da marca Ngol e um serviço de café para os utentes durante 24 horas. Estes serviços garantirão 12 postos de trabalho.
Esta notícia foi recebida com bastante agrado pelos utentes de viaturas, que destacaram as melhorias que este empreendimento vai trazer para a localidade, que ainda se debate com inúmeras dificuldades quanto ao abastecimento de combustíveis. />Os automobilistas, apesar de se manifestarem satisfeitos com a entrada em funcionamento das bombas, estão preocupados com a possibilidade de existir alguma irregularidade no abastecimento dos combustíveis, como salientou André Muandjandji.
A entrada em funcionamento destas bombas, segundo Muandjandji, vai evitar que os utentes destes serviços passem várias horas à espera que sejam abastecidos os seus meios rolantes ou outros.
José Wanuque, outro automobilista, considera que as bombas surgem num momento bom para o Dundo, uma vez que vão contribuir para acabar com a venda de combustíveis no mercado informal, onde o produto é mais caro e, às vezes, adulterado.
A cidade do Dundo conta apenas com duas bombas de abastecimento de combustíveis, com capacidades para 35 e 20 mil metros cúbicos de armazenamento. As mesmas pertencem às empresas Enditrade e LAMAF.

Tempo

Multimédia