Províncias

Malúdi tem mais salas para o ensino primário

Isidoro Samutula| Dundo

A população do Malúdi no município do Cambulo, na Lunda-Norte, tem uma nova escola de ensino primário e do primeiro ciclo que vai absorver mais crianças fora do sistema escolar.

Chitotolo apoia Executivo com obras sociais
Fotografia: Paulo Mulaza

A população do Malúdi no município do Cambulo, na Lunda-Norte, tem uma nova escola de ensino primário e do primeiro ciclo que vai absorver mais crianças fora do sistema escolar.
A infra-estrutura, inaugurada na segunda-feira pelo governador provincial, Ernesto Muangala, tem cinco salas totalmente apetrechadas com capacidade para 40 alunos, área de informática, gabinete do director, sala para professores e duas casas de banho.
Patrocinada pela Sociedade Mineira de Chitotolo, no âmbito das acções sociais que a empresa desenvolve em prol da sociedade do Cambulo, a empreitada teve a duração de quatro meses e custou dois milhões de kwanzas.
Artur Gonçalves, administrador para a área Geológica e Mineira do Chitotolo, responsável pela construção da escola, disse que a empresa que dirige está a colaborar com o programa do Executivo de combate à pobreza.
“Esta é uma das muitas escolas que vamos construir em várias localidades do município, onde estamos a operar para que a população sinta a presença da empresa”.A escola passa para a responsabilidade da repartição municipal de Educação, mas a empresa vai fazer o acompanhamento técnico para a manutenção do estabelecimento de ensino e na superação pedagógica dos professores, de modo a garantir um ensino de qualidade, informou Artur Gonçalves, garantindo que a sua instituição vai ainda responsabilizar-se pelo material didáctico e as batas para os alunos.

Tempo

Multimédia